Veículo: . Terça-Feira, 16 de Julho de 2013 .
Título: Oratórios - Relíquias do Barroco Brasileiro
O Instituto Cultural Flávio Gutierrez e o Grupo CCR levam ao Rio de Janeiro a exposição itinerante "Oratórios - Relíquias do Barroco Brasileiro", que apresenta cerca de 115 oratórios, objetos e imagens sacras dos séculos XVII ao XX, pertencentes ao acervo do Museu do Oratório, instalado na cidade histórica de Ouro Preto (MG), desde 1998. A mostra integra a programação cultural da Jornada Mundial da Juventude e a 23ª Conferência Geral do Conselho Internacional De Museus - ICOM, ficando em cartaz no Museu Nacional de Belas Artes, um dos mais importantes museus de arte do Brasil, do dia 09 de julho ao dia 18 de agosto.

A exposição tem o patrocínio cultural da CCR, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e o apoio cultural da Fundação BNP Paribas e da OI.

Reunidos pela colecionadora e presidente do Instituto Cultural Flávio Gutierrez (ICFG), Angela Gutierrez, estes oratórios que foram doados ao Patrimônio da União contam parte da história de Minas Gerais e do Brasil. Falam de usos, costumes e tradições; evocam hábitos e características do ciclo do ouro e dos diamantes; narram o processo de contribuições afro-luso-ameríndias que se fundem na formação cultural brasileira. A história da arte e da arquitetura se revela no conjunto dos oratórios, por meio da influência barroca, rococó e neoclássica. A importância da coleção de oratórios é reconhecida em todo o mundo, o que levou o Museu do Oratório a ser frequentemente convidado a expor suas peças em eventos nacionais e internacionais de grande expressão. Desde a primeira exposição no exterior, realizada em Lisboa, Portugal, em março de 1994, os oratórios já representaram a arte colonial brasileira na França (em duas oportunidades), Itália, Chile, Venezuela, Inglaterra, Estados Unidos e recentemente em Quito, no Equador. Até o final de 2013, a exposição itinerante chegará a outras cidades brasileiras, além do Rio de Janeiro, em comemoração aos 15 anos de fundação do ICFG e do Museu do Oratório. "O Instituto Cultural Flávio Gutierrez e o Grupo CCR, por meio desta exposição itinerante do acervo do Museu do Oratório, conjugam esforços para promover o acesso e a difusão da riqueza patrimonial brasileira e cumprir sua missão de valorizar a cultura e a memória do Brasil. Este é o Brasil no qual acreditamos. O Brasil que reconhece na cultura um dos pilares de sua força", destaca Angela Gutierrez.

Sobre o Grupo CCR
O Grupo CCR é uma das maiores corporações de concessão de infraestrutura da América Latina, com atuação nos setores de concessão de rodovias, mobilidade urbana, aeroportos e serviços relacionados. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, assinou o Pacto Global da ONU e está presente no ISE - Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&FBovespa. Possui um consistente histórico de incentivo à cultura, levando produções brasileiras de qualidade para regiões com maior carência cultural. Mais de 2 milhões de pessoas já tiveram acesso às iniciativas patrocinadas pelo Grupo CCR, por meio de projetos de circo, cinema, teatro, dança, música, exposições e outras manifestações artísticas.
Museu do Oratório
Inaugurado em Ouro Preto, em outubro de 1998, o Museu do Oratório apresenta uma magnífica coleção. As peças do acervo foram doadas ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) pela colecionadora Angela Gutierrez e são genuinamente brasileiras. Caracterizando-se pela diversidade de tipos, de tamanhos e de materiais, o acervo oferece detalhes valiosos da arquitetura, pintura, vestuário e costumes da época em que foram produzidos.
O acervo do Museu do Oratório já foi visitado por mais de mais de 1,5 milhão de pessoas. O Museu do Oratório está instalado em um casarão histórico de três andares onde, durante algum tempo, morou Aleijadinho (1738-1814) - o mais importante escultor barroco do Brasil em todos os tempos. Situado no adro da Igreja do Carmo, o prédio setecentista foi especialmente recuperado e equipado para receber a coleção.

Serviço: "Oratórios - Relíquias do Barroco Brasileiro"
Local: Museu Nacional de Belas Artes - Av. Rio Branco, 199 - Centro (Cinelândia), Rio de Janeiro
Data: de 09 de julho a 18 de agosto
Informações: (21) 2219-8474
Horário de visitação: terça a domingo e feriados das 9 às 21 horas
ENTRADA GRATUITA
 
 
 
 
17.12.2014

 
 
17.12.2014

 
 
13.11.2013

 
 
2.10.2013

 
 
2.10.2013

 
 
16.7.2013

 
 
21.5.2013

 
 
8.2.2013

 
 
29.11.2012

 
 
24.10.2012

 
 
1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7

 
 
 
  Instituto Cultural Flávio Gutierrez R. Pernambuco, 622 Savassi 30130-151 Belo Horizonte MG info@icfg.org.br 55 [ 31 ] 3261 6179