Veículo: Poesia entre encontros e redescobertas . Sexta-Feira, 27 de Abril de 2007 .
Título: Poesia entre encontros e redescobertas


A obra de Fabrício Carpinejar é uma eterna "escreviver" veja mais

"Vejo seus vizinhos... o trem, o ônibus, uma chuva permanente que vem do chafariz. É uma casa povoada, onde podem ser percebidos os ruídos ancestrais". Assim é, para Fabrício Carpinejar, o Museu de Artes e Ofícios, ou museu do trivial, na sua própria definição.

O poeta, um dos mais premiados da literatura brasileira contemporânea, lá esteve presente, na noite do dia 25 de abril, para participar da 3ª edição do projeto Ofício da Palavra, do Instituto Cultural Flávio Gutierrez.

"A obra do Fabrício é uma eterna 'escreviver'. Para ele, o viver é o escrever, ele não consegue se soltar da experiência literária. Não tem medo de se expor, ao deixar de lado a preocupação com a estética. Sua poesia parece uma auto-ajuda, mas poesia é ajuda". Foi com essas palavras que o jornalista Alécio Cunha, mediador do encontro, apresentou o poeta ao público.

Performático e visceral, ainda nas palavras de Alécio, Carpinejar falou sobre sua obra e seu ofício para poetas, escritores, fãs e interessados em literatura. "A poesia, para mim, funciona como uma redescoberta, sempre", declara o autor.

"Eu comecei a ler para procurar meu pai, porque ele não estava dentro de casa. A minha sorte é que fui procurar meu pai e encontrei a mim mesmo", conta o poeta que, quando era pequeno, anotava todas as palavras difíceis para usar em seus poemas.

"A rotina é deliciosa. Por isso que eu escrevo, porque é rotina", explica o escritor, que confessou ser, muitas vezes, espancado pelos próprios poemas. Carpinejar arrancou diversas risadas do público durante a noite e, ao final do encontro, interpretou alguns de seus poemas, emocionando a todos.

Além de Carpinejar, o Ofício da Palavra já trouxe outros nomes de peso da cena literária para a capital mineira, como Sérgio Sant'Anna e Luiz Ruffato. Para a próxima edição, no dia 16 de maio, está agendada a participação do escritor Milton Hatoum.







Assessoria de imprensa e comunicação
 
 
 
 
27.6.2007
Exposição Ilustrando em Revista
 
 
11.5.2007
OFÍCIOS ESPECIAIS
 
 
11.5.2007
Semana Nacional de Museus
 
 
8.5.2007
Museu do Oratório participa da Semana Nacional de Museus com homenagem a Nossa Senhora
 
 
27.4.2007
Museu de Artes e Ofícios comemora o Dia do Trabalho com portas abertas
 
 
27.4.2007
Poesia entre encontros e redescobertas
 
 
4.4.2007
OFÍCIO DA MÚSICA
 
 
26.3.2007
OFÍCIO DA PALAVRA
 
 
19.12.2006
OFÍCIO DA PALAVRA
 
 
30.11.2006
Ofício da Palavra
 
 
1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7

 
 
 
  Instituto Cultural Flávio Gutierrez R. Pernambuco, 622 Savassi 30130-151 Belo Horizonte MG info@icfg.org.br 55 [ 31 ] 3261 6179