Veículo: OFÍCIO DA PALAVRA . Segunda-Feira, 26 de Março de 2007 .
Título: OFÍCIO DA PALAVRA
Projeto retoma programação com escritor premiado


Acreditando na "capacidade de a literatura mudar o mundo, modificando cada um dos leitores", como declarou o escritor Luiz Ruffato, o Instituto Cultural Flávio Gutierrez retoma, no mês de março, as atividades do Ofício da Palavra.

Luiz Ruffato, um dos autores contemporâneos mais respeitados da cena literária brasileira, é o convidado para a abertura da programação de 2007, que acontece no dia 28 de março, no Museu de Artes e Ofícios.

Lançado em novembro de 2006 com a presença de Sérgio Sant'Anna, o projeto visa desvendar e desmistificar o trabalho dos escritores e proporcionar um espaço privilegiado e diferenciado, em Belo Horizonte, para o debate com autores do primeiro time da literatura brasileira.


O AUTOR DA VEZ

Nascido em Cataguases, em 1961, filho de pipoqueiro e lavadeira de roupas, Ruffato formou-se em tornearia-mecânica no Senai desta cidade em 1977 e em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora em 1981.

O autor, que já foi auxiliar de pipoqueiro, caixeiro, balconista de armarinho, operário têxtil, torneiro-mecânico, jornalista, professor, gerente de lanchonete, vendedor de livros ambulante, novamente jornalista, falará de seu atual - e pelo visto definitivo - ofício: a literatura.

"Foi assim comigo: eu tive uma epifania ao ler meu primeiro livro e percebi que dali para a frente nada mais seria igual", declara. Em tempos de guerra, o escritor propõe a seguinte pergunta em sua obra: como chegamos onde estamos? "A realidade brasileira se impõe a mim, porque o que me move é o olhar da indignação. Não sou cúmplice da miséria que se alastra pelo país, não sou cúmplice da violência, filha do desenraizamento, que toma o Brasil", explica.

Ruffato é autor, dentre outros livros, de Histórias de remorsos e rancores, (os sobreviventes) - que ganhou uma Menção Especial no Prêmio Casa de las Américas, de Cuba - e Inferno provisório, uma série composta por cinco livros, iniciada em 2005 com Mamma, son tanto felice e O mundo inimigo.

Ruffato é também organizador de diversos livros, como Entre nós: contos sobre homossexualidade e Mais 30 mulheres que estão fazendo a nova literatura brasileira. Recebeu o Prêmio APCA, o Prêmio Machado de Assis de Narrativa da Fundação Biblioteca Nacional e indicação para o Prêmio Jabuti com o livro Eles eram muitos cavalos (2001), que virou peça de teatro em 2003 e está publicado na Itália, na França e em Portugal.


OUTRAS PALAVRAS

O encontro será mediado pelo também escritor e professor da Faculdade de Letras da UFMG, Luis Alberto Brandão, que já publicou livros de ficção, como Tablados - livro de livros (2004) e Saber de pedra - o livro das estátuas (1999), e livros de ensaio literário, como Rituais do discurso crítico (2006), entre outros. Durante o encontro, haverá também um momento para leitura de um texto do autor e conversa com os leitores.

Toda última quarta-feira de cada mês, um escritor será convidado para falar de seu ofício e da forma como o exerce. Para o curador do projeto, o jornalista e escritor José Eduardo Gonçalves, "a idéia é aproximar o autor do público, algo muito raro em eventos literários, quase sempre pautados por lançamentos, e revelar aspectos peculiares do processo criativo de cada um".



SERVIÇO
Ofício da Palavra com Luiz Ruffato
Local: Museu de Artes e Ofícios - Praça da Estação
Data: 28 de março
Horário: 19hs
Entrada franca (até 100 pessoas)

 
 
 
 
27.6.2007
Exposição Ilustrando em Revista
 
 
11.5.2007
OFÍCIOS ESPECIAIS
 
 
11.5.2007
Semana Nacional de Museus
 
 
8.5.2007
Museu do Oratório participa da Semana Nacional de Museus com homenagem a Nossa Senhora
 
 
27.4.2007
Museu de Artes e Ofícios comemora o Dia do Trabalho com portas abertas
 
 
27.4.2007
Poesia entre encontros e redescobertas
 
 
4.4.2007
OFÍCIO DA MÚSICA
 
 
26.3.2007
OFÍCIO DA PALAVRA
 
 
19.12.2006
OFÍCIO DA PALAVRA
 
 
30.11.2006
Ofício da Palavra
 
 
1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7

 
 
 
  Instituto Cultural Flávio Gutierrez R. Sapucaí, 127 Floresta 30150-050 Belo Horizonte MG info@icfg.org.br 55 [ 31 ] 3261 6179